Quinta-Feira, 18 de Janeiro de 2018

18/12/2015 - 15:29:51

ELEIÇÃO DA AMUNPAR II: OS DISCURSOS DOS CANDIDATOS

É mais que improvável que a vitória de Zé Maria tenha sido motivada pelo discurso que fez antes da votação. Nele, falou das dificuldades por que passam as prefeituras, ressaltou sua boa relação com o governo Beto Richa e usou o antigo argumento de que os municípios pequenos devem votar nos pequenos, já que Paranavaí já tem a atenção devida por ser uma cidade de 90 mil habitantes. Não apresentou propostas de atuação, dizendo que iria, caso eleito, conversar sobre a possibilidade da entidade contratar advogados para assessorar os municípios.
Lorenzetti repetiu o discurso adotado desde o início, dizendo que pretendia dotar a Amunpar de uma estrutura que pudesse ajudar os prefeitos em seu último ano de mandato. Disse também que já tinha conversado com os prefeitos de Umuarama e Cianorte para discutir um grande projeto de recuperação das estradas rurais dos municípios das regiões, com recursos do Governo Federal.
As propostas não convenceram a maioria, mas diminuíram bem a previsão do prefeito eleito de que seria dois por um. Pois foi por apenas um voto que conseguiu a vitória, já que o empate premiaria Lorenzetti, o mais velho entre os dois.

mostrar

18/12/2015 - 15:29:03

REBELIÃO NO MINIPRESÍDIO: PRESOS NÃO QUEREM APANHAR DO BATALHÃO DE CHOQUE

 REBELIÃO NO MINIPRESÍDIO: PRESOS NÃO QUEREM APANHAR DO BATALHÃO DE CHOQUE

Até o momento em que escrevo esta postagem a rebelião do Minipresídio de Paranavaí não tinha sido contornada. Nos grupos do WhatsApp muitas informações que teriam sido colhidas de familiares dos presos. Em uma delas, a informação era de que alguns presos estariam cavando um túnel e este teria desabado, tendo sido requisitada a presença do Corpo de Bombeiros. O que também pipocou nos grupos foram fotos tiradas pelos próprios presos no interior do minipresídio. E para coroar a facilidade com que os presos conseguem apaarelhos celulares, um deles, J. R., "concedeu" entrevista ao vivo ao radialista Mohamad Smaili. O preso afirmou que o carcereiro que é mantido refém não foi ferido, que a lista de reivindicações deveria ser entregue nesta tarde e que o maior medo deles era apanhar do Batalhão de Choque, que chegou esta manhã a Paranavaí. Para evitar isso pediram a presença do juiz corregedor do minipresídio e de um advogado para negociar o fim da rebelião.

ATUALIZANDO: Os presos liberaram o refém e a polícia já retomou o presídio, segundo informações do Portal Cidade Paranavaí. 


mostrar
2


17/12/2015 - 20:14:10

FECHA O JORNAL DE LONDRINA (JL): LUTO NA IMPRENSA

A imprensa paranaense está de luto: o JL - Jornal de Londrina, depois de mais de 25 anos, fechou. Lamentável que mais um jornal deixe de existir. No último ano de jornalismo, 1989, fiz um frila de assessor de imprensa de uma competição regional e tive minhas matérias publicadas justamente no JL. A pluralidade tão benéfica no jornalismo teve hoje uma baixa considerável.

mostrar

17/12/2015 - 19:43:21

REBELIÃO NO MINIPRESÍDIO DE PARANAVAÍ: QUALIDADE DA COMIDA

Extraoficialmente o motivo da rebelião no Minipresídio de Paranavaí foi a qualidade da comida oferecida. Nada mais natural quando você amontoa 242 pessoas no espaço destinado a 96. Não me venham rotular como defensor dos direitos humanos, mas quem tem a liberdade suprimida por ter cometido crime não vai para a cadeia para perder também a dignidade. Quem teve a liberdade cerceada, até por motivos outros sabe bem do que estou falando. A "qualidade" da comida não é reivindicação nova. Já foi notícia até da vinda de duas nutricionistas para ouvir as reclamações dos presos. Parece que a empresa fez ouvidos moucos e a rebelião de hoje, caso seja este mesmo o motivo, foi a resposta ao descaso. Que o carcereiro mantido refém não seja a vítima do caos de infraestrutura do sistema carcerário.

mostrar
2


17/12/2015 - 18:16:49

AMUNPAR: DECISÃO SAI NESTA SEXTA

Com a primeira chamada marcada para às 9 horas desta sexta-feira na sede da entidade, os 28 prefeitos da região escolhem o novo presidente da Amunpar. Com dois mandatos à frente da entidade, Zé Maria, prefeito de Santa Cruz do Monte Castelo, segundo reportagem do DN de hoje, diz que o bom relacionamento com o governo é uma das suas propostas. O que ele poderia explicar aos seus pares é o que pode fazer pela região, que já não podia ter nos mandatos anteriores.
O prefeito de Paranavaí, Rogério Lorenzetti, candidato pela segunda vez, parece mais preocupado em mudar o foco da entidade, voltando-a para o atendimento dos prefeitos em questões que podem significar a continuidade da carreira política. A regularidade na prestaçao de contas deveria ser uma preocupação de todos.
No cerne da disputa está uma certa aversão política a escolher um representante da cidade pólo da região, mesmo que tenham que recorrer à ela pelas mais variadas razões quando se trata de atendimentos de serviços públicos estaduais. Nesta sexta-feira, a região pode mudar ou não esta história.

mostrar

17/12/2015 - 18:15:27

SHOPPING SOCIAL RECEBE CERCA DE 1.000 PESSOAS

Cerca de 1.000 pessoas de 500 famílias selecionadas pelos CRAS (Centros de Referências de Assistência Social) de Paranavaí estiveram no Shopping Social nesta quinta-feira (17), realizado na sede do Provopar. “Todos os anos fazemos este evento em parceria com a entidade para atender os usuários dos CRAS, que além de conseguirem roupas, conseguem proporcionar a seus filhos momentos de diversão”, comentou a secretária de Assistência Social, Marly Bavia Filho. 
Em sua 5ª edição, o projeto possibilitou à população acesso a serviços na área da beleza (corte de cabelo), recreação (com escorregador inflável, pula-pula e piscina de bolinha), e alimentação (algodão doce, suco, sorvete e pipoca). 
“Houve anos em que distribuímos brinquedos, mas em 2015, como tivemos dificuldades, decidimos entregá-los na própria sede do CRAS. Consequentemente, a cada ano que passa, o número de pessoas que vem nesse dia especial aumenta bastante, o que é uma alegria imensa pra gente que organiza tudo isso’, declarou a primeira dama Cristina Lorenzetti.
Américo Pereira da Silva é aposentado e mora no Jardim Simone e para ele, a iniciativa tem que continuar nos próximos anos. “Esse é um excelente projeto. Sou aposentado e moro com a minha esposa e filha, como eu não tenho condições de ficar comprando roupas, acabo comprando em bazar, que são roupas usadas a um preço mais acessível. Aqui no Shopping Social, eu escolhi algumas e vou levar para casa gratuitamente. Um projeto como esse não pode parar”, salientou.
Já a manicure Elena Moraes fez questão de agradecer e elogiar os organizadores. “Agradeço ao prefeito, a primeira dama e a todos que estão organizando esse dia. São pessoas que olham para as famílias mais carentes, que não tem condições de comprar roupa ou de levar os filhos na sala de jogos do shopping, e aqui encontramos tudo isso”, finalizou.

mostrar

17/12/2015 - 18:14:24

DEPOIMENTO DE LULA À POLÍCIA FEDERAL É ADIADO

Foi adiado o depoimento que seria prestado à Polícia Federal pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quinta-feira (17) sobre suposto esquema de “venda” de medidas provisórias em seu governo. O pedido foi feito pela defesa do petista e aceito por investigadores da Operação Zelotes.
Mandado de intimação expedido no último dia 3 definiu que Lula teria de comparecer nesta quinta, na sede da PF em Brasília, para dar explicações sobre “fatos relacionados ao lobby realizado para a obtenção de benefícios fiscais”, por meio das MPs, que favoreceram montadoras de veículos. O caso foi revelado pelo jornal O Estado de S. Paulo em série de reportagens publicada em outubro. Conforme apurou a reportagem, não há data marcada para que a oitiva ocorra.

mostrar

17/12/2015 - 18:13:41

ALEP APROVOU LEI DO PEDAGIÔMETRO

A Assembleia Legislativa aprovou nesta quarta (16), a implantação do Pedagiômetro, sistema que vai monitorar o tráfego do pedágio no Paraná. O sistema irá monitorar diariamente, e em tempo real, o tráfego e o faturamento em cada uma das praças de pedágio.
Para o autor do projeto, deputado Luiz Claudio Romanelli (PMDB), a lei é uma medida histórica e será um instrumento eficaz no sentido de dar transparência ao pedágio. “Estamos fazendo história. O sistema permitirá saber qual a tarifa do pedágio para cada veículo que passa, saber quanto é a receita aferida em cada praça de pedágio diariamente, entre outras informações”, afirmou o deputado. 
As informações obtidas por meio desse sistema servirão para a formação de um banco de dados que irá subsidiar a análise de fluxo de caixa marginal, estudos de ampliação de capacidade de tráfego, avaliações de níveis de serviço, desenvolvimento de projetos de restauração de pavimentos, dentre outros. Tudo com vistas à melhoria da qualidade dos serviços públicos. “A implantação de um sistema eletrônico de monitoramento é fundamental para trazer transparência ao pedágio do Paraná e servirá de exemplo para todo o Brasil”, disse Romanelli. 
Também de acordo com o líder do governo, deverá haver uma conciliação com a concessionária para que indique-se quantos veículos eram isentos e que passaram pela praça. “Isto porque o sistema é independente. Não tira informação do caixa do pedágio, pois é um contador do tráfego que é separado do pedágio” concluiu. 
Gerenciamento - O pedagiômetro será gerenciado pelo Departamento de Estradas e Rodagens (DER), com dados transmitidos de forma online. Além dos dados sobre o tráfego, uma emenda do deputado Tercílio Turini (PPS) acresceu que o sistema trará informações sobre atualizadas sobre o valor líquido da arrecadação.
Outra emenda, do deputado Felipe Francischini (SD), determinou que as informações do pedagiômetro estejam disponíveis no site da Agência Reguladora do Paraná (Agepar). 
NB: Sem dúvida, uma iniciativa que vai possibilitar o controle social dos lucros das concessionárias e possibilitar a cobrança de melhorias e obras.

mostrar

17/12/2015 - 18:10:44

CUNHA, ENFIM, É NOTIFICADO PELO CONSELHO DE ÉTICA

Na terceira tentativa em um espaço de dois dias, o Conselho de Ética notificou pessoalmente o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), sobre a abertura de processo por quebra de decoro. A notificação ocorreu às 8h37 desta quinta-feira (17), logo que Cunha chegou à Casa. A secretária do conselho, Adriana Godoy, já estava no gabinete do presidente quando ele chegou e ficou segundos com Cunha. As informações são da Folha de S. Paulo. 
Caso o trâmite do seu processo de cassação não seja alterado por recursos feitos por ele e aliados, o prazo de defesa do peemedebista só terminará na volta das férias do Congresso porque a contagem é suspensa a partir do início do recesso, no dia 23.
O deputado havia alegado o cumprimento de compromissos para não receber a notificação na quarta-feira (16).
Nesta terça-feira (15), o Conselho de Ética decidiu por 11 votos a 9 dar curso ao processo, mas os aliados do peemedebista recorreram à Mesa da Câmara dos Deputados, comandada por Eduardo Cunha, sob a alegação de falhas na tramitação.
A votação, portanto, pode ser anulada pelo vice-presidente da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), aliado do peemedebista. Maranhão já deu decisão beneficiando o peemedebista ao destituir o primeiro relator do caso, Fausto Pinato (PRB-SP).
Com a provável anulação da votação de terça-feira (15), a decisão preliminar sobre se há ou não indícios mínimos para investigar o presidente da Câmara dos Deputados ficará para 2016. É imprevisível a data da conclusão do processo, apesar de as regras da Casa falarem em 90 dias úteis para toda a tramitação.
NB: As artimanhas utilizadas por Cunha para se manter no cargo mostram um caso exemplar do escárnio com que grande parte da classe política trata o cidadão brasileiro. Mesmo com todas as provas apresentadas, o presidente Câmara permanece no cargo e apresenta as mais estapafúrdias justificativas para alegar inocência.

mostrar

17/12/2015 - 18:09:44

BLOQUEIO E DESBLOQUEIO DO WHATSAPP VIRA ASSUNTO DO DIA

Uma decisão judicial que determinou o bloqueio do WhatsApp em todo o país a partir da zero hora desta quinta-feira, foi a notícia que "bombou" na internet e toda a imprensa. Com um público de 60% dos usuários brasileiros de internet, o aplicativo tornou-se alternativa gratuita de falar com a família e amigos e seu bloqueio considerado um exagero sem parâmetros nesta área. Un desemnbargador corrigiu o mau feito e na tarde desta quinta já era possivel acessar o aplicativo. Emblemático afirmar que no turbilhão de fatos políticos e econômicos nada positivos, o bloqueio do WhatsApp alcançou maior interesse da imprensa e dos leitores.

mostrar
1


Fale com o Praxedes