Quinta-Feira, 18 de Janeiro de 2018

15/12/2016 - 18:51:00

GALVÃO VIABILIZA CHAPA E APOIO DOS DEZ VEREADORES

GALVÃO VIABILIZA CHAPA E APOIO DOS DEZ VEREADORES

O vereador reeleito José Galvão (PR) informou hoje que registrou sua chapa para disputar a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Paranavaí, com o apoio de todos os vereadores. Isto mesmo, depois de um período de tensão entre novos e reeleitos, Galvão conseguiu o que parecia improvável, terá o apoio de todos instegrantes da Casa. A Mesa Diretora terá Zenaide Borges (PSDB), como vice-presidente, Irmão Barini (PSC), como primeiro secretário, e Claudio Sabino, como segundo.
E parece, pela foto tirada hoje na loja de conveniência do Posto Paraná, que após a solenidade de diplomação os vereadores foram todos brindar com um cafézinho o acordo que será confirmado no dia 1º de janeiro.

mostrar
5


15/12/2016 - 18:49:59

FOZ DO IGUAÇU MERGULHADA EM CRISE POLÍTICA

A crise política instaurada em Foz do Iguaçu pelas prisões resultantes de investigações do Ministério Público sobre desvios de recursos públicos na prefeitura parece não ter fim. Nesta seara, 12 dos 15 vereadores da cidade foram presos por receberem pelo apoio à gestão de Reni Pereira, que está afastado da prefeitura e até outro dia estava cumprindo prisão domiciliar. E para ajudar, a Justiça Eleitoral confirmou a inelegibilidade do prefeito eleito Mac Donald e deverá ser marcada nova eleição. Nem vereadores o município tem hoje para aprovar o orçamento de 2017. Deplorável, sob todos os aspectos!

mostrar

15/12/2016 - 18:49:35

BRASIL: PAÍS DO SAMBA DO CRIOULO DOIDO

Fico imaginando como os analistas políticos do mundo avaliam a atual situação polítca do Brasil. Em poucos dias, o presidente do Senado, Renan Calheiros, se nega a assinar uma notificação judicial do STF e a Mesa Diretora do Senado concorda em não tirá-lo da presidência. Logo depois, o ministro Fux decide rever decisão aprovada em plenário pela Câmara e manda o projeto anticorrupção de volta. Algo impensável num país minimamente sério. Pensando bem, os analistas só podem ver com perplexidade tal rebu.

mostrar

15/12/2016 - 18:49:00

SHOPPING SOCIAL: PRESENÇA DE MAIS DE MIL PESSOAS

  SHOPPING SOCIAL: PRESENÇA DE MAIS DE MIL PESSOAS

Cerca de 1.000 pessoas de 500 famílias selecionadas pelos CRAS (Centros de Referências de Assistência Social) de Paranavaí estiveram no Shopping Social nesta quinta-feira (15), realizado na sede do Provopar. 
“Todos os anos fazemos este evento para atender os usuários dos CRAS, que além de conseguirem roupas, conseguem proporcionar a seus filhos momentos de diversão”, avaliou a primeira dama do município e voluntária do Provopar, Cristina Lorenzetti. 
Em sua 5ª edição, o projeto possibilitou à população acesso a serviços gratuitos como recreação, distribuição de roupas, algodão doce, pipoca, sorvete e suco.

mostrar

15/12/2016 - 18:46:50

COMPRAS DE NATAL/DICAS DO MP I: 100 MILHÕES DE CONSUMIDORES

Mais de 100 milhões de brasileiros devem presentear alguém neste Natal, segundo estimativa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Esse número representa 72,2% dos consumidores, que, com o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário, já estão movimentando as lojas em todo o país.
Com o aumento das compras neste período do ano, crescem também os problemas relacionados a elas. Nesse contexto, o Ministério Público do Paraná, por meio do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça (Caop) de Defesa do Consumidor, orienta os consumidores sobre troca obrigatória de produtos, importância da nota fiscal, cuidados na compra de brinquedos e alimentos, aquisições pela internet, prazos para reclamação e a quem recorrer para reclamar seus direitos.

mostrar

15/12/2016 - 18:46:19

COMPRAS DE NATAL/DICAS DO MP II:TROCAS

De acordo com o coordenador do Caop de Defesa do Consumidor, procurador de Justiça Ciro Expedito Scheraiber, a troca está prevista no Código de Defesa do Consumidor (CDC) e é garantida quando os produtos apresentam vícios ou defeitos. Assim, o consumidor pode fazer a reclamação nos casos em que ocorrem problemas de funcionamento (vício) – a televisão não liga, o telefone não transmite, o liquidificador não tritura os alimentos – ou problemas (defeitos) que causam danos físicos ou psíquicos ao consumidor – a televisão explode, o liquidificador solta uma peça, o freio do carro não funciona, entre outros. 
A diretora do Procon-PR, Cláudia Silvano, complementa que, nesses casos, o produto deve ser submetido à avaliação da assistência técnica da marca, que tem até 30 dias para solucionar o problema. “Se esse prazo não for atendido, o consumidor tem o direito de desfazer o negócio, pedir o dinheiro de volta com juros e correção monetária ou trocar por outro produto similar”, explica. A diretora afirma que, em situações como essa, a responsabilidade é solidária, ou seja, compartilhada entre vendedor e assistência técnica. 
Já nos casos em que uma pessoa compra uma camisa, por exemplo, e fica insatisfeita com a cor, tamanho ou o modelo, a loja não é obrigada a trocar ou devolver o valor pago. O procurador de Justiça Ciro Scheraiber acrescenta que o comerciante pode, no entanto, optar por realizar a troca nesses casos, o que vem acontecendo com frequência no período natalino. Para isso, normalmente o fornecedor exige nota fiscal e não troca produtos sem a etiqueta ou que já foram usados pelo cliente.
Quando a venda ocorre fora do estabelecimento comercial (por telefone, internet, catálogo ou em domicílio), a troca é obrigatória, independentemente de o produto apresentar algum problema. Nesses casos, o consumidor também pode exercer o chamado direito de arrependimento, previsto no artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor, e devolver o produto, sem dar explicações, em até sete dias contados do recebimento e ter o dinheiro de volta com correção monetária.

mostrar

15/12/2016 - 18:45:48

COMPRAS DE NATAL/DICAS DO MP III: NOTA FISCAL

O Caop de Defesa do Consumidor recomenda a exigência da nota fiscal para que o consumidor, caso seja necessário, possa identificar o fornecedor. Além disso, ela é a prova da aquisição e da propriedade do produto e deve ser apresentada em casos de questionamentos posteriores à compra, como quando há necessidade de trocas, por exemplo. Ciro Scheraiber faz uma recomendação especial em relação a compras eletrônicas: “guarde dados como número de protocolo, confirmação do pedido, todas as mensagens trocadas com o fornecedor e outras informações que comprovem a compra e suas condições. Isso facilitará o processo de reclamação, caso ocorra algum imprevisto”, afirma.
NB: Mais dicas amanhã.

mostrar

14/12/2016 - 20:13:00

QUANDO É QUE TEREMOS SINAL DE TELEFONIA MÓVEL, SINAL DIGITAL DE TV E INTERNET EM NÍVEIS ACEITÁVEIS?

Já há alguns anos, a qualidade de sinal de celular vai de mal a pior em mais de 80% da área urbana de Paranavaí, e a internet ainda deixa muito a desejar. A mídia local jamais se calou diante da péssima qualidade dos serviços prestados pelas respectivas operadoras, e por puro deboche, a  resposta da maior delas foi fechar seu call center, diminuindo a chance de nossos consumidores reclamarem (gritando ao vazio)
Como já foi denunciado por este blog, o sinal de tevê digital, nos termos dados para nós nos dias de hoje, só se pode contar se não ameaçar chuvas, raios e trovões, do contrário, o sinal não existe.
A solução será pedir à instituições como a ACIAP, dentre outras, que ajudem a população a se manifestar contra a má vontade e má fé destes prestadores de serviços.
Estamos de olho....^^.....(Velho Gagá)

mostrar

14/12/2016 - 20:12:24

64 ANOS DA POSSE DOS PRIMEIROS MANDATÁRIOS ELEITOS DA NOSSA PARANAVAÍ

Nós éramos um "povoado" pertencente a Mandaguari, e após a primeiro eleição em 09-11-1952 e a posse, em 14-12-1952, tendo sido eleito o médico José Vaz de Carvalho, que veio para cá a convite do falecido pioneiro Gabriel Esperidião ( extinta livraria e tipografia Sta Helena), pois ele vinha sempre visitar parentes aqui na região, vindo das Minas Geraes.
E tomaram posse como vereadores;
Aldo Silva (presidente), Domiciano Martins Correia, Bernardo Brunstein, Alfredo Loureiro Júnior (PSD), Vivaldo de Oliveira, Otacílio Brandão, Alcides Franco de Godoy, Durval Durães (PTB) e Ivo Carvalho Duarte (PR). 
Ficaram como suplentes: Armando Castro Araújo, Guilherme Garcia Marques, Gustavo Marques de Oliveira, Hermeto Botelho, Joaquim Chacaroski, José Osvaldo de Moraes Barros, José Gomes de Oliveira, Joaquim da Silva Pinto (PSD), José de Souza Leite, Salvador Pereira Guedes, Sebastião (Bem-Bem) de Oliveira, Izaltino de Oliveira Grachet, Antonio Pilar cardoso, Dario de Assis Machado, Neil Jorge, João Arazão (PTB), João Batista Machado, Francisco Vieira Borges, Joaquim Lins Barbosa, Cincinato Cassiano da Silva, Sílvio Modesto, José Furtado de Figueiredo, Walter de Macedo Ferreira, Irineu Araújo, Henrique Fáber, Severino Inácio Francisco (PR).
Não havia vice prefeito e a vinda do estima falecido "Dr. Zé Vais" (assim o povo o chamava) eu ouvi do próprio desde minha infância e foi também contada, no último pleito, por seu filho, o engenheiro agrônomo, Fernando Siqueira de Carvalho, em vídeo de sua campanha a vice prefeito encabeçada por Maurício Yamakawa.
A Velha Brasileira. tinha menos de dois mil habitantes na área urbana, mas na área rural, nos cafezais floridos eram quase vinte e quatro mil pessoas, plantando, colhendo, abanando, secando e ensacando o ouro verde do brasil.
Parabéns, Paranavaí! (Velho Gagá)

mostrar

14/12/2016 - 19:57:17

PARANAVAÍ/64 ANOS: UM SOL PARA CADA CIDADÃO; HOSPITALIDADE PARA TODOS

Falo com orgulho da cidade que adotei há 25 anos. A Paranavaí que tem um sol para cada cidadão, como bem lembrou a RPC, transborda quando o assunto é hospitalidade. Aos 64 anos, Paranavaí tem sim seus problemas e muitos desafios pela frente. Nada que trabalho e determinação não possam resolver e atingir. A história de Paranavaí está repleta de exemplos de superação e força. Às novas gerações cabe a tarefa de dar continuidade na tarefa de fazer de Paranavaí uma cidade ainda melhor para se viver. PARABÉNS, PARANAVAÍ!

mostrar

Fale com o Praxedes