Segunda-Feira, 18 de Junho de 2018

20/03/2017 - 21:16:19

OPERAÇÃO CARNE FRACA: MAIS UM PARANAVAIENSE NA MIRA DA PF?

O blogueiro de Paranaguá, Oswaldo Eustáquio, foi categórico em afirmar que o paranavaiense e deputado estadual, Tião Medeiros, ex-funcionário comissionado do Porto de Paranaguá, está envolvido nas investigações da Operação Carne Fraca da PF. Em nota exclusiva para o Blog do Taturana (leia em postagem no blog), o deputado se defende informando que não participa mais do escritório de advocacia desde 2012, comentando que a busca teria se concentrado a um cliente, mas nada falou do fato da empresa Fênix Fertilizantes, pertencer à sua família e estar entre as investigadas. Não me formei em Direito, fiz apenas dois anos e meio, porisso não me rogo o papel de juiz e espero o que, como todos os brasileiros e paranavaienses incluídos, seja feita a justiça.

mostrar
1


20/03/2017 - 21:15:48

BLOGUEIRO DE PARANAGUÁ INCLUI DEPUTADO TIÃO MEDEIROS NA OPERAÇÃO CARNE FRACA

Do Blog de Oswaldo Estáquio:
A operação Carne Fraca deflagrada pela Polícia Federal na última sexta-feira (17) teve uma atuação muito forte na cidade de Paranaguá. O diretor presidente da Fortesolo, Valdécio Antônio Bombonato e seu irmão Almir Jorge Bombonato foram conduzidos coercitivamente pela PF para prestar esclarecimentos. A superintendência do Ministério da Agricultura e Pesca, a SVA de Paranaguá, também foi alvo de busca e apreensão. Considerado o chefe da quadrilha, Daniel Gonçalves Filho chegou a trabalhar nesse escritório em Paranaguá.
Também houve busca e apreensão no escritório de advocacia do deputado estadual Tião Medeiros, que já atuou no Porto de Paranaguá, como chefe de gabinete da  Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA)  e de seu sócio Adriano Emerick, braço direito de Valdécio nas operações da Fortesolo e do Porto de Ponta do Félix, em Antonina.
Em outra empresa de Paranaguá, a Fênix Fertilizantes Ltda, pertencente à família de Tião Medeiros, também houve busca e apreensão na sexta-feira. A Fênix tem ainda como sócia a empresa Portal Operações Portuárias Ltda. Juntas, Fortesolo, Fênix e Portal aparecem na Internet com o mesmo endereço. Além disso, a empresa Portal apresenta ainda mais dois endereços: um na Vila Itiberê e outro no bairro 29 de Julho.
O escritório de advocacia do qual Tião Medeiros é sócio fez 137 depósitos que totalizaram o valor de 3 milhões e 700 mil reais para a empresa Portal Operações Portuárias. Conforme o laudo pericial n°2.170/2016. Essa mesma empresa seria a empresa “laranja”, na qual Valdécio tem sociedade com o perito Garcia, que como mostram as investigações da PF teriam grande proximidade com Daniel Gonçalves Filho, um dos cabeças da organização criminosa.
De acordo com as ligações interceptadas pela polícia federal, Daniel se refere ao perito como “compadre, irmão e padrinho”. Além disso, as reuniões das quais eles participavam eram sempre marcadas em locais seguros e privativos, como mostra o documento.
Em uma ligação interceptada pela Polícia Federa, o diretor presidente da empresa Fortesolo e também diretor do terminal portuário Ponta do Félix, no município de Antonina, Valdécio Bombonato é citado em uma conversa entre o chefe da suposta quadrilha, Daniel Gonçalves Filho, e o seu sócio, Edymilson Pena dos Santos, advogado da empresa BR Órgan.
Empresários de Paranaguá estariam envolvidos diretamente com a cúpula da organização criminosa que comandava o esquema.
Daniel Gonçalves Filho, ex-superintendente do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Paraná, era uma dos chefes da suposta quadrilha. Ele, que também já comandou a divisão do serviço de vigilância agropecuária em Paranaguá, articulava a colocação de uma nova empresa no suposto esquema.
Um dos seus sócios, era Edymilson Pena dos Santos, que mediou a entrada de Valdécio na sociedade. Valdécio que é sócio de Adriano Emerick, do escritório de advocacia “Medeiros & Emerick – Advogados Associados”, alvo também das investigações, que tem como um de seus donos, o deputado estadual Tião Medeiros.
No documento, divulgado pela Polícia Federal, a investigação aponta ainda indícios de uma outra suposta ligação entre Valdécio e o deputado Tião Medeiros. Eles seriam sócios nas empresas Fenix Fertilizantes e Fortesolo. Além deles, faria da sociedade o advogado Adriano Dutra Emerick.
Uma das prisões realizadas durante a operação Carne Fraca, foi a de Gil Bueno de Magalhães, que é fiscal federal agropecuário, e atual superintendente regional do Ministério da Agricultura no Paraná. Segundo a polícia federal, ele fazia uso da sua influência para beneficiar empresas em troca de favores pessoais.
Gil já atuou em Paranaguá e atualmente responde processo criminal perante a Justiça Federal de Paranaguá, pelo crime de corrupção entre os anos de 2004 e 2008, envolvendo o recebimento de propina das empresas “DDP Fumigação Ltda” e “Uninspect do Brasil Ltda”
Uma das formas de pagamento de propina descoberta pela polícia federal no litoral do Paraná, era por meio de imóveis. Existem indícios de apartamentos de luxo na Avenida Atlântica de Caiobá, em Matinhos. E terrenos em Morretes, nas localidades de Mundo Novo e Saquarema, entregues aos envolvidos.

mostrar

20/03/2017 - 21:14:58

TIÃO MEDEIROS APRESENTA SUA VERSÃO DOS FATOS

Na nota abaixo, publicada no Blog do Taturana
Veja a íntegra da nota do deputado Tião Medeiros.
Diante de algumas notícias deturpadas que têm sido veiculadas, considero importante esclarecer os seguintes fatos.
Em razão de funções públicas ocupadas, deixei de exercer a advocacia a partir de 2012, embora permaneça no quadro de uma sociedade de advogados fundada em 2008 – que não é alvo de qualquer operação da Polícia Federal.
A busca de documentos realizada pela Polícia Federal foi restrita a apenas um dos clientes do escritório, cujas atividades não estão sujeitas a registro ou fiscalização do Ministério da Agricultura.
Tenho convicção de que as investigações conduzidas pela Polícia Federal demonstrarão a absoluta ausência de qualquer irregularidade em relação às atividades exercidas pelo escritório de advocacia do qual sou sócio.
Permaneço confiante na solidez das instituições que são essenciais à administração da justiça, tal como é a Policia Federal, ao lado do exercício da advocacia. Por fim, repudio a forma como algumas informações foram veiculadas por pessoas que não possuem o compromisso de apresentar a verdadeira notícia.

mostrar

20/03/2017 - 21:14:21

ANGÚSTIAS DE UM BLOGUEIRO DE PARANAVAÍ

Os cerca de 13 leitores assíduos deste blog devem ter ficado muito irritados. Afinal de contas, no horário que costumo fazer minhas postagens não apareceu nada. Culpa da BAIXÍSSIMA qualidade do sinal de internet que nos é oferecida, a preços escorchantes. Rogo que na administração do antenado prefeito Delegado KIQ, que escolheu a grande rede como forma de prestar contas das suas realizações, a qualidade do sinal de internet ofertada aos paranavaienses seja foco de uma ação efetiva para que o serviço oferecido tenha um mínimo de qualidade. Nesta segunda-feira,  cheia de notícias como você pode ler, só consegui acessar a internet quando faltavam cinco minutos para às 19 horas. Resumindo: até quando teremos que conviver com isso?

mostrar

20/03/2017 - 21:13:49

DEU CHABU NA REUNIÃO DO PMDB

Esclarecendo que não estava em Paranavaí no sábado da reunião do PMDB (fui ver meu neto), mas lendo diversos relatos nas  redes sociais e blogs, o que pude depurar é que não deu muito certo foi o propósito inicial de unir o partido. Com a presença do senador Roberto Requião e dos deputados Anibelinho (estadual) e Frangão (federal), o encontro mostrou que uma ala do partido não quer saber do ex-prefeito Rogério Lorenzetti sendo o candidato a deputado federal, inclusive com vaias. Teria saído do recinto. Para azedar de vez a relação, Anibelinho anunciou o convite ao suplente de deputado e ex-vereador Pó Royal para ingressar no partido e tentar êxito em 2018. Quem acompanha a política local sabe que Lorenzetti e Pó Royal não se bicam de longa data. Requião, que por incrivel que pareça, adotou discurso conciliador e pediu que Eduardo Baggio, Lauro Machado e Valdir Tetilla, buscassem uma conciliação. Esqueceu ou não foi informado que Tetilla já tinha sua pré-candidatura anunciada como candidato a deputado estadual e não deve ter ficado nada contente com o convite feito ao Pó Royal, candidato a vice-prefeito nas eleições do ano passado. O assunto promete.

mostrar

20/03/2017 - 21:13:16

QUESTÃO PRINCIPAL: O QUE ESTAMOS COMENDO?

A questão central na Operação Carne Fraca, na modesta opinião deste blogueiro, é saber que tipo de carne e derivados estamos consumindo? Existe um risco muito grande na generalização (toda unanimidade é burra, lembra?), já que existem sim empresários sérios (pasmem!), mas lamentavelmente não se pode ignorar as denúncias apresentadas. Para quem é do setor, certamente são fruto da "irresponsabilidade" dos investigadores, mas não se pode ignorar que as denúncias envolvem os dois maiores grupos produtores de carne do país e que o frigoárvore continua sendo prática comum em muitas localidades. Quando pensei que a Lava Jato era o máximo do despropósito para o sofrido brasileiro, eis que surge a Carne Fraca. Haja coração!

mostrar

20/03/2017 - 21:12:41

DETRAN/PR: HOMENS SÃO MAIS DESCUIDADOS QUE AS MULHERES

Em 2016 foram 11 mil homens contra 4 mil mulheres que tiveram suas carteiras de habilitação apreendidas e a idade dos homens, lideram o ranking de multas os homens com mais de 50 anos. No Paraná, segundo informa o Detran, são 273 habilitações suspensas todos os dias por haverem cometido infrações no trânsito e em 2017 só em Janeiro e fevereiro foram emitidos mais de 17 mil avisos de suspensão. E vejam que é publica a notícia de ampliação do prazo de suspensão de motoristas que atinjam 20 pontos, que pulou para seis meses.
Gabriel Gagá

mostrar

20/03/2017 - 21:11:55

ANTES DA HORA, MINISTRA CARMEM LÚCIA VAI DEIXAR O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

Se dizendo animada para voltar a lecionar na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC) a presidente do Supremo Tribunal Federal disse que vai se aposentar no início de 2018. Ela declarou isto hoje[20] numa palestra que deu na PUC, como aula inaugural do Instituto Mineiro de Direito, donde é professora licenciada. A ministra alegou que a morte de seu pai, Florival Rocha fez com que ela refletisse sobre seus laços a serem reatados com Minas Gerais, mais precisamente com a  cidade de Montes Claros que a viu nascer.
Estranho é que ela teria bem  mais tempo no exercício do poder, na mais alta esfera do Direito no Brasil! Gabriel Gagá

mostrar

20/03/2017 - 21:10:44

MODO PECULIAR DE FORMAR UM PARTIDO

Realmente, o nome de mais um partido político se formando no Brasil não peca pela inovação. Recebi o email abaixo do Partido do Pequeno e Microempresário Brasileiro, o INOVA BRASIL. Mas fiquei com uma dúvida: mesmo em tempo de império da internet nas relações sociais, esta é a forma mais apropriada de formar uma sigla partidária?


Vivemos uma crise política e econômica que afeta toda sociedade. Ainda assim, a política é o instrumento mais adequado para a promoção das mudanças necessárias ao bem estar da população.
Por esta razão, e para propor novas diretrizes para o Brasil estamos fundando o Partido do Pequeno e Microempresário Brasileiro - INOVA BRASIL e buscamos um dirigente para o partido  em seu município.
Caso conheça alguém com o perfil para esta função e que possa lutar para construir um país melhor, pedimos por gentileza repassar esta informação.
Com apreço
Amarildo Gomes de Oliveira
Presidente Nacional
Economista, prof. universitário e microempresário

mostrar

17/03/2017 - 14:38:12

PMDB DE PARANAVAÍ DISCUTE FUTURO EM REUNIÃO NESTE SÁBADO

Com a prevista presença do senador e presidente estadual do partido, Roberto Requião, o PMDB de Paranavaí se reúne neste sábado para discutir o futuro da sigla tendo em vista as eleições de 2018. No centro das atenções está a decisão de quem irá comandar o diretório local e assim coordenar a escolha dos candidatos. Essa decisão vai definir qual será o rumo do ex-prefeito rogério Lorenzetti, que independente de sua filiação partidária, já dá mostras de que vai levar sua candidatura a deputado federal até o fim. Do outro lado, está o grupo que ainda não engoliu a pouca participação nos oito anos de gestão de RL e defende outra candidatura, que pode ser do agropecuarista Waldemar Delatorre, que também parece estar disposto a encarar essa eleição.



mostrar
1


Fale com o Praxedes