Quinta-Feira, 18 de Janeiro de 2018

18/04/2017 - 19:53:44

A INTERNET EM PARANAVAÍ É UMA PIADA DE PÉSSIMO GOSTO

Este jornal virtual vem divulgando alguns acontecimentos bem desastrosos por parte de serviço que nos fornece internet banda larga, telefonia fixa e móvel, com a qualidade que se pode comparar a ''um serviço de picaretagem com nota fiscal''
E é a lei de oferta e procura no Brasil pois são poucos os provedores de internet para um mercado que cresce a cada segundo no planeta, mas as autoridades reguladoras existem e nada fazem. As autoridades nomeadas para fiscalizar a telefonia e internet, faz que não sabe de nada. Na semana passada, pude conversar com 8 comerciantes, de grande, médio e pequeno portes, que não sabiam mais a quem recorrer. Vamos fazer saber há quem de direito que somos cidadãos ordeiros mas sabemos bem, donde começamos a ser bonzinhos e onde deixamos de ser bobinhos! Até uns meses atrás, as Operadoras de banda larga devolviam o dinheiro cobrado na fatura anterior, por dias que o usuário ficou sem o serviço e hoje em dia [?], eles querem ''dar uma ajudinha pro senhô parar de reclamar''.


Gabriel Gagá

mostrar

17/04/2017 - 21:06:12

A FEIRA DO BRÁS É NO BRÁS, NÃO É EM TERRA NOSSA

A culpa agora é só uma questão de Justiça Social, o dano, ou o estrago já foi causado, mas o caminho para negócios lícitos é um só dentro do  território nacional, é regido por leis federais bem complicadas mas existentes.  Quem concede e gerencia a concessão de alvarás de funcionamento quer seja por tempo indeterminado ou por período pré-estabelecido é a prefeitura de cada cidade, não sendo diferente aqui e o Poder Judiciário vai intervir se for provocado, tanto para o gestor quanto ao que requer concessão. O que todos sabemos é que não se pode, por parte de quem pede licença, ''é tentar vender gato no embrulho e fazer constar da nota que é carne de lebre que foi vendida'' Além das autorizações feito as verificações de; Segurança pública, Saúde e normas de segurança ao consumidor para serem cumpridas por quem quer vender, portanto, por vezes a bola de cristal daquele Servidor Público não funciona para ele adivinhar qual é o verdadeiro escopo daquele pedido de permissão ou de concessão, mas cabe a ele sim, e aos agentes públicos a verificação e a fiscalização de funcionamento.
Buscar o d.n.a. da paternidade da falta de vendas entre a Exposição ''e seus famosíssimos preços módicos'' e o FEIRON DOM ALFREDO STROISSNER MATIAUDA é sentenciar num balde de água. é preciso que a ACIAP desses dias atuais reveja seus ensinamentos aos associados/comerciantes de um varejo que carece de melhorias no quase desconhecido quesito; ''vendas''
Por mais de dez anos eu participei da ACIP(a antiga) e várias vezes nos unimos para até a discussão, por exemplo  de segurança pública, como a  época do incêndio da Sapataria São Pedro, que foi a tragédia mais anunciada já vista, e fomos, eu mais Dante Ramos Jr, buscar a ACIP e mostrarmos aos ''criminosos'' da época que Paranavaí tinha segurança e que a cidade ir se levantar contra. E pimba, o ''plim-plim'' entrevistou a mim e ao Dante e as autoridades, saiu no ''jornal das 8'' e nós, comerciantes e comerciários, operários, gente de nós lá dentro da Associação, conseguimos reunir no seu anfiteatro, TODAS AS AUTORIDADES EXISTENTES, para um plano imediato de socorro! E aconteceu...foi lá!
A ACIAP faz o papel dela ao defender o comércio de Paranavaí e o facto de de ser percebido a venda de ilícitos, poderia se simplificar a coisa chamando a POLÍCIA-190 neles! Mas Paranavaí viu ao longo dos anos, uma entidade de Classe, que carinhosamente ''é chamada de Associação Comercial'' fazer parte nobre da história da Cidade. Alguns saíram da cadeira de presidente da antiga ACIP para o Palácio do Ivaí, tamanho era (e deve ser) o peso da Associação. Ela deve ser ouvida, respeitada e não fugir de seu escopo. Para que saibam, Paranavaí já teve importante Clube de Diretores Lojistas, nascido da ACIP, no berço dela e eles, creiam senhores e senhoras, bateram de frente com as baboseiras da ditadura militar imposta. E foi aqui na Terrinha. A ACIAP não é nem jamais foi clube do bolinha, pois ela é esteio dos nossos comerciantes que vivem e produzem metas para venderem seus itens para nós, a gente simples e trabalhadora que aqui vive, mora, consome! Paranavaí tem que ser mais e melhor que ser saqueada  por espertalhões que ao você reclamar que o sapato ou roupa encolheu, vão alegar que seu corpo foi quem cresceu...e ainda você ganha um sonoro ''parabéns''Gabriel Gagá

mostrar

17/04/2017 - 20:15:22

PARANAVAÍ, CIDADE INTELIGENTE: UMA PRIORIDADE

Release da SECOM dá conta que o prefeito Delegado KIQ se reuniu hoje com uma empresa para discutir a implantação de um projeto de cidade intelignete para Paranavaí. Medida mais do que salutar, já que entre as ações está a instalação de centenas de pontos de internet com sinal wi-fi gratuito. Para que a política de comunicação atinja realmente o objetivo de centralização nas redes sociais é preciso que se ofereça um serviço de qualidade.

mostrar

17/04/2017 - 20:14:57

RODOVIAS: MAIS MULTAS, MAIS ACIDENTES

Quantas vezes você já ouviu que "se doer no bolso, resolve" como justificativa para os aumentos nos valores das multas de trânsito? Então, os números da Polícia Rodoviária Federal no Paraná mostra que não é bem assim. Foram registrados aumentos no número de multas por ultrapassagem perigosa e o de pessoas alcoolizadas no volante ainda está longe do esperado. 

mostrar

17/04/2017 - 20:14:33

QUEM TRANSPORTA DOENTES, TRANSPORTA GENTE QUE SOFRE, FALTA FISCALIZAÇÃO DE CONTRATO

Dias atrás fui procurado por algumas pessoas que me pediram para saber ''os por quês' da queda na qualidade do serviço de transporte de pacientes em tratamento de saúde na cidade de  Curitiba-Pr. (que, independente do grau da sagrada Ira da atual gestão pública municipal, é Direito garantido pela Constituição) e eu fui cumprir com aquilo que a Lei me garante ao praticar jornalismo sem me formar para tanto. O serviço terceirizado que transporta nossos pacientes em tratamento na capital do Estado, que é um fragoroso atentado  ao bom senso, pois se tiver pacientes e/ou acompanhantes a terceirizada cobra a diária de R$4.200,00 (Quatro mil e duzentos Reais) perfazendo 126.000,00 - Cento e Vinte e Seis Mil Reais ao mês, o contribuinte gostando ou não, '' e o paciente indo viajar ou não'', já inclusa a famosa e única marmita doada ao passageiro e o acompanhamento de uma Enfermeira a bordo.
O transportador terceirizado está; 1] Usando ônibus velhos e/ou mal conservados 2]Faz paradas extremamente demoradas no trecho Paranavaí-Curitiba, sem vínculo nem com o tratamento dos doentes ali transportados, nem por necessidade dos mesmos 3] No retorno, ou seja Ctba-Pvaí, eles costumam chegar em Paranavaí por volta das 4 horas da manhã, e descarregam os pacientes num ponto único, desrespeitando a fragilidade das pessoas que buscaram o socorro legal[ jamais os funcionários da prefeitura de Paranavaí, os motoristas deixaram de praticar um mínimo de Cidadania, sempre procurando deixar o doente na vila ou bairro donde ele reside]. O terceirizado faz rota ''non stop'' Curitiba - P.A.M. Gabriel Esperidião

mostrar

17/04/2017 - 20:14:03

OUVIDORIA MUNICIPAL: FINALIDADE ADEQUADA?

A prefeitura de Paranavaí divulgou hoje um levantamento dos atendimentos realizados pela Ouvidoria Municipal nos três primeiros meses do ano. Foram 2.845 protocolos de atendimento, com 2.221 resolvidos (82%) e 514 em dandamento (18%). Chama a atenção a Iluminação Pública estar entre os setores com mais casos registrados. Salvo engano, as ouvidorias municipais foram concebidas para intermediar os pedidos já feitos às diversas secretarias e não atendidos. Parece que no caso da iluminação pública, o pedido é justamente de reestabelecer a luz em postes públicos, o que deveria ser feito pela secretaria responsável.



mostrar

14/04/2017 - 18:14:55

DELAÇÃO DA ODEBRECHT: VAI SOBRAR ALGUÉM?

Na primeira leva, as delações dos diretores da Odebrecht implicou mais de uma centena dos mais influentes políticos do cenário nacional. E outros 200 nomes de gente que ganhou dinheiro com o Caixa 2 da construtora também podem ser indiciados. Com eleições presidenciais marcadas para o ano que vem, resta saber se teremos candidatos aptos a concorrer.

mostrar

14/04/2017 - 18:14:26

CAIXA DOIS EM CAMPANHA ELEITORAL SEMPRE EXISTIU

Os dois donos da Odebrecht, Emílio e Marcelo, deixaram bem claro que o Caixa Dois é uma prática recorrente nas campanhas eleitorais dos últimos 30 anos, e qualificaram adequadamente de hipocrisia a forma como a imprensa e a sociedade receberam a informação. Todos sabiam e faziam de conta que recursos não contabilizados regavam as mais diversas campanhas eleitorais.

mostrar

14/04/2017 - 18:13:56

CONTAS APROVADAS: EXPLICAÇÃO FRÁGIL

Quem já participou de uma campanha eleitoral sabe que a prestação de contas é uma "obra de ficção", anos-luz da realidade gastos que demandam uma eleição. Quando Marcelo Odebrecht afirma que não tem candidato eleito que não tenha usado Caixa Dois, sabe do que está falando. Em resumo: a tese de que as contas foram aprovadas pelos Tribunais Regionais Eleitorais não contribui em nada para isentar determinado político.

mostrar

13/04/2017 - 20:46:20

IVAN BERNARDO FAZ PROTESTO EM JOGO DO ACP E É RETIRADO PELA PM

O professor e militante do PSTU, Ivan Bernardo, causou mais uma vez. Foi ontem à noite, no jogo do ACP no Estádio Municipal. Segundo registro da PM, aos 30 minutos do segundo tempo o árbitro da partida parou a partida por causa de uma faixa de cunho político - FORA BETO RICHA - mostrada pelo professor. A conduta seria proibida pela CBF. Algumas pessoas teriam tentado convencer Ivan para que retirasse a faixa, mas não foram atendidos. E como consequência, Ivan foi carregado por PMs para fora do estádio. Até pessoas que apoiam as ações do professor acharam que ele exagerou ao não retirar a faixa, quando lhe foi requisitado.

mostrar
1


Fale com o Praxedes