Quarta-Feira, 17 de Janeiro de 2018

21/08/2017 - 18:46:24

PREFEITO DELEGADO KIQ DEFENDE POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO

Publicado hoje pelo prefeito de Paranavaí, Delegado KIQ:
Aviso aos interessados.
Hoje pela manhã, em um programa de rádio, foi propalado que a Secretaria de Comunicação está muito retraída por utilizar apenas o Facebook como canal de divulgação das atividades da Prefeitura.
Alegou, também, que nós não vamos nas rádios e que o Facebook não faz imagem de ninguém.
Finalizou dizendo que as pessoas não sabem se é verdade ou mentira o que é colocado no Facebook.
Vamos lá:
1. Tanto eu, quanto os secretários, temos ido aos mais diversos meios de comunicação QUANDO CONVIDADOS, inclusive rádios. Jamais nos furtaremos de prestar qualquer esclarecimento.
2. A opção pelas redes sociais visa dar mais eficiência a aplicação dos recursos públicos, afinal, as matérias veiculadas no Face são gratuitas. Já as publicações oficiais são publicadas através de diário oficial eletrônico (gratuito). Por sua vez, as demais informações de interesse público constam no portal da transparência.
3. Lembro que, particularmente, minha imagem foi criada através da minha FanPage DELEGADO K.I.Q, projetando meu nome a concorrer às eleições majoritárias em Paranavaí, portanto, os meios digitais criam imagem sim.
4. Por fim, tanto as publicações da minha página Delegado KIQ, quanto as da Prefeitura, são dotadas de credibilidade por se tratarem de veículos oficiais do Prefeito e da Administração Municipal, respectivamente.
5. Não quero, de modo algum, desmerecer os veículos de comunicação tradicionais, que tem sua história e credibilidade fincados em profundos alicerces, entretanto, em tempos de crise e recursos parcos, o administrador deve escolher o meio mais vantajoso para o município, ainda que isso lhe cause prejuízo político e/ou diminuição da popularidade.
6. Importante é fazer e não o povo ficar sabendo.
DELEGADO K.I.Q
NB: Lendo os argumentos do prefeito KIQ me veio a frase de uma música de Caetano Veloso: "cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é".

mostrar
2


21/08/2017 - 18:45:34

MP INVESTIGA USO DE DIÁRIAS POR EX-PRESIDENTE DA CÂMARA

O Blog do Taturana informa que o Ministério Público está investigando denúncia de que o ex-presidente do Legislativo de Paranavaí, Mohamed Smaili, teria recebido diárias de viagens de forma indevida durante o período de agosto a dezembro do ano passado. O MP já pediu informações sobre o assunto, que teriam sido enviadas pelo atual presidente, José Galvão. O uso irregular de diárias na Câmara tem sido fruto nos últimos anos de muitos boatos de irregularidades, mas agora com a atuação do MP espera-se que sejam colocados os pontos nos is.

mostrar

21/08/2017 - 18:45:03

IVO PIERIN PROPÕE CRIAÇÃO DE GRUPO PARA ACOMPANHAR UNESPAR

Criar uma ferramenta de apoio, acompanhamento e que dê transparência às ações da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), inicialmente no campus de Paranavaí. A proposta será discutida por lideranças comunitárias que integram a sociedade e levada à reitoria da Universidade.
“A nossa proposta é a criação de um grupo, nos moldes do Observatório Social, para acompanhar a Universidade. É uma instituição pública, um patrimônio da população, portanto é nossa obrigação apoiar e ajudar na sua gestão. Mas para isso precisamos nos envolver com a instituição, ter informações, fazer questionamentos. Não se trata de colocar em xeque a autonomia universitária. Ao contrário. É fortalecer esta autonomia, participando, nós da sociedade, das decisões”, diz o presidente do Sindicato Rural de Paranavaí, Ivo Pierin Júnior, que tem atuado junto com outras lideranças da sociedade civil para a implantação do Curso de Direito na Unespar de Paranavaí.
Pierin, que também é vice-presidente da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP), recorda que recentemente houve um embate entre algumas universidades estaduais e o Governo do Paraná. “A gente não sabe direito de que lado ficar. De um lado parece que as universidades querem esconder informações, de outro parece que o governo quer agredir a autonomia universitária. Por isso que é importante o acompanhamento popular e social das universidades públicas”, acrescenta ele.
O líder sindical acredita que a participação da sociedade pode contribuir para qualificar as gestões das instituições. “Confiamos nas atuais gestões. Mas fica a pergunta: será que as lideranças classistas e comunitárias não têm nenhuma sugestão que possa melhorar a administração da Universidade? Claro que sim. E é este patrimônio intelectual que temos que colocar à disposição de nossas entidades públicas”, reforça.
INSTITUIÇÕES TRANSPARENTES - Ivo Pierin Júnior diz que vai propor nos próximos dias a realização de uma reunião para tratar do assunto. Na mira dele estão instituições como a OAB, Associação Comercial, igrejas, sindicatos, cooperativas, etc.
“Temos que reunir quem quer instituições públicas oferecendo serviços de qualidade e transparente para discutir este assunto. Com quem tenho conversado, consideram este tema oportuno. Vamos fazer uma via de duas mãos entre a sociedade e a Unespar”, diz Pierin.
Segundo ele, a sociedade pode e deve colaborar para o tripé que é a base das universidades: ensino, pesquisa e extensão. “Acredito que a sociedade pode contribuir muito para o fortalecimento da pesquisa e extensão”, vaticina o líder sindical.

mostrar

21/08/2017 - 18:43:59

FEIRA DE CONSUMO CONSCIENTE: ARRECADAÇÃO DE BRINQUEDOS E LIVROS

Você tem brinquedos ou livros usados em casa e gostaria de doar pra uma campanha bem bacana? Então essa é uma boa oportunidade. O Movimento Bandeirante vai realizar uma Feira de Consumo Consciente
em outubro e precisa de brinquedos e livros para oficinas de troca que serão realizadas com as crianças da cidade.
A Feira de Consumo Consciente vai ser no dia 14 de outubro e fará parte de uma atividade nacional que vai reunir em Paranavaí mais de 200 jovens com idades entre 15 e 18 anos, que fazem parte do Movimento Bandeirante em quatro Estados – Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo. A Feira vai acontecer simultaneamente em três locais: na Escola Deusdete Ferreira de Cerqueira Neto
(Conjunto Luiz Lorenzetti), na Escola Pedro Real (Jardim Morumbi) e na quadra do Provopar.
Vai funcionar assim: as crianças que forem até um dos três locais vão participar de oficinas de troca e poderão trocar um brinquedo por outro, ou um desenho (que farão durante uma atividade monitorada) por um livro. Além disso, as crianças também poderão participar de uma oficina para confecção de brinquedos com material reciclado e atividades de recreação. Mas para as oficinas de troca, o Movimento Bandeirante precisa de brinquedos e livros para oferecer às crianças. É aí que entra a participação da comunidade.
Se você pode doar brinquedos e livros usados em bom estado, basta ir até um dos pontos de coleta: na sede do Provopar, na rua Manoel Ribas, nº 2205, ou no prédio da Prefeitura de Paranavaí. É só deixar as peças em uma caixa identificada da campanha “Doe Felicidade”. As doações serão recebidas até o dia 30 de setembro.
Se você quiser saber mais sobre a Feira de Consumo Consciente ou ter informações sobre outras maneiras de contribuir, é só ligar para uma das coordenadoras do Movimento Bandeirante em Paranavaí: 99733-4933 (Daniele) ou 99969-9586 (Carine).

mostrar

21/08/2017 - 18:43:23

TJ-PR MANTÉM NOVA JORNADA DA HORA-ATIVIDADE DE PROFESSORES

O Tribunal de Justiça manteve nesta segunda-feira, 21, a determinação do Estado que redimensionou a jornada dos professores estaduais do preparo de aulas e correção de trabalhos e provas de sete para cinco horas semanais para 20 horas semanais. A Secretaria Estadual de Educação leva em conta que os professores são contratados para cargas de “20 horas no relógio” e não “20 horas/aula”. 
“Está mantida a resolução da Secretaria de Educação, que fez uma interpretação da lei sobre o assunto”, disse o procurador-geral do Paraná, Paulo Sérgio Rosso à Gazeta do Povo. Rosso destaca que, do ponto de vista do governo, o importante era não causar alterações consideráveis na jornada de trabalho no meio do ano letivo, o que poderia interferir na vida dos estudantes. Caso não haja decisão judicial em contrário, o governo estadual pretende manter o mesmo modelo de distribuição de aulas para o ano que vem.

mostrar

18/08/2017 - 19:40:38

USO DAS CALÇADAS PELO COMÉRCIO: REGULARIZAÇÃO NECESSÁRIA

Mais que necessária a regularização do uso das calçadas pelo comércio de Paranavaí proposta em projeto de lei de autoria do vereador Lucas Barone (PMDB), que passe pela fase de análise do Jurídico da Câmara para entrar na pauta. O tema gerou polêmica no ano passado, quando a prefeitura começou a notificar estabelecimentos que usavam a calçada como extensão de sua área de atendimento. A regularização proposta é bem vinda, principalmente por permitir que os empresários possam usar as calçadas em horários determinados e sem custo adicional. Atualmente, seguindo o rigor da lei, nenhuma parte da calçada pode ser utilizada.

mostrar

18/08/2017 - 19:40:12

OAB ATUANTE E PARTICIPATIVA

Não lembro qual foi o lema da candidatura a presidente da OAB apresentada pelo advogado Anderson Donizete dos Santos quando da apresentação de sua chapa na eleição da entida, mas bem que podia ser a do título desta postagem. Durante muitas gestões, a OAB local centralizava suas ações no atendimento aos advogados, mas desde que Anderson Santos tomou posse passou a participar ativamente da vida da cidade. Não são poucas as iniciativas que resultaram em maior conscientização da população. A OAB agora lidera movimentos importantes, como o da construção do novo Fórum da Comarca, e apóia outras tantas iniciativas. Algo para se elogiar, já que a OAB nacional se notabiliza justamente por acompanhar a solução de demandas importantes da sociedade brasileira.

mostrar

18/08/2017 - 19:39:22

RECADASTRAMENTO BIOMÉTRICO: REGULARIZAÇÃO VAI ATÉ MAIO DE 2018

Os eleitores de Paranavaí, Tamboara, Nova Aliança do Ivaí e Amaporã que tiveram seus títulos de eleitor cancelados por não terem feito o recadastramento biométrico até o dia 11 deste mês, terão até maio do ano que vem para regularizar a situação a tempo de poderem votar. Ou seja, os quase 10 mil eleitores ausentes terão mais uma chance de participar do pleito em 2018, provavelmente depois de pagar uma multa, cujo valor geralmente é irrisório.

mostrar

18/08/2017 - 19:38:56

PALESTRA NA ACIAP: GENTE FELIZ NÃO ENCHE O SACO

O Conselho da Mulher Empresária de Paranavaí e o grupo voluntário do Sicoob vão promover, no próximo dia 13, uma palestra com o tema “Gente feliz não enche o saco. A palestra será realizada no auditório da ACIAP, às 19h30, e será proferida pela consultora Sandrely Gavioli. A inscrição é gratuita, mas as conselheiras estão solicitando que quem for assistir a palestra faça a doação de produtos de higiene pessoal, que serão doados ao Lar Vicentino.
A palestra tem o objetivo dar conhecimento de ferramentas que permitem “alcançar maiores resultados na vida através do autoconhecimento e a felicidade autêntica”, segundo os organizadores. Sandrely Gavioli é “especialista em empoderamento de pessoas, engajamento de equipes e performance em vendas”.

mostrar

18/08/2017 - 19:38:26

SINDICATO RURAL COMEÇA A FAZER DECLARAÇÕES DO ITR

O Sindicato Rural de Paranavaí começou esta semana a fazer as declarações de Imposto Territorial Rural (ITR) 2017 para seus associados. O prazo para a entrega da declaração é no final de setembro, dia 29, mas o secretário-executivo do Sindicato, Dênis Gimenez informa que quanto antes o proprietário providenciar o documento menor o risco de ter problemas e ainda, ter tempo hábil para correções caso haja dúvidas.
Para fazer o ITR 2017, o associado deve levar ao Sindicato a declaração de 2016, apontar alterações de culturas (se houver), área de reflorestamento e reservas existentes, a quantidade de animais de grande porte para áreas acima de 200 hectares no Paraná e outras alterações significativas que ocorreram na propriedade em relação ao ano anterior.
Dênis Gimenez informa que todos os proprietários rurais são obrigados a declarar. “Mesmo que seja isento do valor do imposto, a declaração à Receita Federal é obrigatória”. Ele lembra ainda que quem entregar a declaração fora do prazo terá multa de R$ 25,00 por propriedade e o valor do imposto será corrigido com jutos e multas. E, além disso, a falta de declaração implicará na restrição do CPF, impossibilitando certidões negativas de débitos e impedindo o acesso a créditos, inclusive nas várias modalidades de financiamentos rurais.

mostrar

Fale com o Praxedes