Quarta-Feira, 20 de Junho de 2018

16/08/2017 - 20:25:47

USO DO CARRO DA CÂMARA: NÃO PEGOU BEM

O Blog do Taturana informa que o vereador Professor Carlos (PT) está utilizando o motorista e o carro da Câmara Municipal de Paranavaí para fazer a entrega de convites para uma prestação de contas de seu mandato marcada para este sábado. Ou seja, estaria utilizando a estrutura do Legislativo para uma atividade que tem como objetivo promover seu mandato. Curiosamente, o vereador é o autor dos pedidos mais extensos e detalhados de informações sobre o uso do dinheiro público feito pela prefeitura. Não é a primeira vez que o nome do vereador Professor Carlos. Nas vezes anteriores, envolveu seu assessor em eventos durante o período em que deveria estar trabalhando.

mostrar
1


16/08/2017 - 20:25:15

AGOSTO AZUL: HOMENS VIVEM MENOS

Diretor técnico e chefe da Unidade de Terapia Intensiva da Santa Casa, o médico Michel Luiz Spigolon Abrão alertou nesta quarta-feira que os homens vivem, em média, sete anos menos que as mulheres, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS). “O homem cuida menos da sua saúde. Ele pensa menos em saúde”, diz ele.
A advertência foi feita em razão do “Agosto Azul”, mês dedicado“ à realização de ações para incentivar a prevenção e a promoção da Saúde do Homem” (Lei n°17.099, de 28 de março de 2012). O objetivo principal é motivar uma mudança cultural para que homens procurem atendimento médico e verifiquem sua condição de saúde com mais frequência, antes que doenças se manifestem de forma mais grave. Exames simples como testes para diabetes, hipertensão, aids e hepatite estão disponíveis na rede pública de saúde e podem identificar enfermidades ainda em estágios iniciais.
De acordo com o médico da Santa Casa, os homens sofrem com doenças decorrentes da obesidade e por abuso ao tabagismo e alcool. Para os casos de alcoolismo, diz Abrão, além das doenças decorrentes do seu abusos, os óbitos podem vir provocados de causas externas, como acidentes automobilísticos e violência com armas de fogo e armas brancas (facas, canivetes etc). “Os homens estão morrendo em sua fase mais produtiva, quando ele é um jovem adulto”, constata o intensivista. Também em conseqüência do abuso do uso do álcool aparece a cirrose.
Michel Abrão ainda cita que as hepatites A e B, que podem ser detectados precocemente com a realização periódica de exames, tem atingindo um grande número de homens.
As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), como AIDS e Sífilis, também entram na lista dos males que têm atingido os homens. “Tivemos recentemente uma epidemia de sífilis. Isso mostra o quanto os cuidados com a saúde estão sendo desprezados”, constata o chefe da UTI.
O médico defende que os homens façam uma dieta mais balanceada. “A obesidade, o sedentarismo e a falta de alimentos adequados e saudáveis, aliado ao estresse da vida moderna viram uma bola de neve e são as principais causas dos casos de acidente vascular cerebral (AVC) e de infarto agudo miocárdio”, aponta Abrão.
Para o médico, é importante que os homens façam exames de rotina para o diagnóstico precoce de algumas doenças. “Eles (os homens) precisam reconhecer a necessidade de ir ao médico, de fazer exames. Doenças quando diagnosticadas e tratadas no início não evoluem para sua forma mais grave”, diz, defendendo que a partir dois 35 anos, os homens devem dar mais atenção à saúde, com a realização de exames cardiológicos, de sangue e clínicos.
Sobre a prevenção ao câncer de próstata, Michel Abrão diz que os obesos, negros e com histórico familiar de câncer de próstata antes dos 65 anos, os exames devem começar aos 45 anos. Já para quem não se encaixa nesta faixa, a visita ao urologista pode começar aos 50 anos. “A partir desta idade é preciso manter um vínculo com o médico urologista para o resto da vida.
Abrão lembra, no entanto, que os homens devem ficar atentos aos seguintes sintomas na hora de urinar: jato fraco da urina, dificuldade em iniciar a urinar, gotejamento urinário após a micção e sensação de não ter urinado tudo. “São sintomas de que indicam que a próstata pode estar aumentada (hiperplasia prostática), que pode ser benigna”.

mostrar

16/08/2017 - 20:24:39

OPERAÇÃO BARÃO DE DRUMMOND: GAECO COMBATE CRIMES LIGADOS AO JOGO DO BICHO

O Gaeco de Maringá desencadeou hoje mais uma etapa da operação Barão de Drummond, que tem como objetivo o combate a crimes de corrupção passiva, corrupção ativa e lavagem de dinheiro praticados por associação criminosa em bancas de exploração de jogos ilegais. Foram expedidos pelo juízo da 4ª Vara Criminal de Maringá 37 mandados de busca e apreensão (22 em residências, 11 em estabelecimentos comerciais – incluindo bancas de jogo – e quatro em gabinetes de delegacias de polícia) e cinco mandados de prisão preventiva (contra os policiais e mais três exploradores de jogos). Os mandados foram cumpridos em Maringá, Astorga, Altônia, Ivatuba, Paiçandu, Ponta Grossa, Paranavaí, Sarandi, Arapongas e Doutor Camargo.

mostrar

16/08/2017 - 20:23:55

PMDB ABRE PROCESSO DE EXPULSÃO DE REQUIÃO

O senador Roberto Requião (PR) recebeu nesta quarta-feira (16), intimação da abertura de processo de sua expulsão do PMDB. O pedido foi formalizado pela Secretaria Nacional da Juventude do partido e encaminhado a comissão de ética do PMDB. Há ainda outros dois pedidos de expulsão de Requião na sigla.
“Acabo de receber uma intimação do partido para eu responder em 15 dias, um pedido de expulsão formulado pela Juventude do PMDB. Meu Deus, que juventude temos nós agora?”, questionou Requião no facebook.
E depois, postou nas redes sociais que está pedindo a expulsão do partido do ex-deputado Eduardo Cunha e do presidente da sigla, Romero Jucá. A briga promete.

mostrar

16/08/2017 - 20:23:27

CRUZEIRO DO SUL: FILHO DO CHEFE DE GABINETE DA PREFEITURA É AFASTADO DE CARGO

Em Cruzeiro do Sul, Noroeste Paranaense, a Justiça determinou, liminarmente, a exoneração do diretor da Divisão de Contabilidade do Município. A decisão atende ação civil pública por ato de improbidade administrativa proposta pelo Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Paranacity, responsável pela comarca. Na ação, o MPPR sustenta que o servidor não poderia ter sido nomeado para o cargo comissionado por ser filho do chefe de gabinete da prefeitura, o que configura nepotismo.
São citados na ação o prefeito, o chefe de gabinete e o servidor. Além da exoneração, o Juízo da Comarca deliberou o bloqueio de bens de todos os requeridos. Desde janeiro de 2015, o filho do agente público ocupava o cargo. Como resume a Promotoria de Justiça na ação, “os demandados, de forma consciente e voluntária, praticaram o ato de improbidade a eles imputado, violando todo o complexo normativo [...], notadamente os princípios da juridicidade, moralidade, lealdade às instituições, honestidade, bem como (um deles) se enriqueceu ilicitamente em detrimento dos entes públicos.”
No mérito do processo, o MPPR requer a condenação de todos por ato de improbidade administrativa, o que pode levar a sanções como a perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, devolução ao erário dos valores recebidos indevidamente e multa.

mostrar

15/08/2017 - 19:03:53

ÍNDICE FIRJAN DE GESTÃO FISCAL: PARANAVAÍ É O 39º NO PARANÁ

Para contribuir com uma gestão pública eficiente e democrática, o Sistema FIRJAN desenvolveu o Índice FIRJAN de Gestão Fiscal (IFGF). Uma ferramenta de controle social que tem como objetivo estimular a cultura da responsabilidade administrativa, possibilitando maior aprimoramento da gestão fiscal dos municípios, bem como o aperfeiçoamento das decisões dos gestores públicos quanto à alocação dos recursos. Com conceito 0,6497, o IFGF de Paranavaí, com ano base 2016, foi o 39º melhor desempenho no estado e ficou na 308ª posição no país.
Composto por cinco indicadores – Receita Própria, Gastos com Pessoal, Investimentos, Liquidez e Custo da Dívida –, o IFGF tem uma metodologia que permite tanto comparação relativa quanto absoluta, isto é, o índice não se restringe a uma fotografia anual, podendo ser comparado ao longo dos anos. Dessa forma, é possível especificar, com precisão, se uma melhoria relativa de posição em um ranking se deve a fatores específicos de um determinado município ou à piora relativa dos demais.
Resultados de Paranavaí:
Receita Própria e Investimentos - conceito B
Gastos com Pessoal, Liquidez e Custo da Dívida - Conceito C
Lançado em 2012, o IFGF traz o debate sobre um tema de grande importância para o país: a forma como os tributos pagos pela sociedade são administrados pelas prefeituras. O índice é construído a partir dos resultados fiscais das próprias prefeituras – informações de declaração obrigatória e disponibilizadas anualmente pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN). As prefeituras são responsáveis por administrar um quarto da carga tributária brasileira, ou seja, mais de R$ 461 bilhões, um montante que supera o orçamento do setor público da Argentina e do Uruguai somados.

mostrar

15/08/2017 - 19:03:18

PARANAVAÍ: 2º LUGAR NO RANKING DA GERAÇÃO DE EMPREGOS NO PR

227 novos postos de trabalho criados e 2º lugar no ranking do Estado entre as cidades que mais geraram empregos no mês de julho. Seis meses seguidos com saldo positivo. Paranavaí só tem motivos para comemorar o bom desempenho depois da divulgação dos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) feito pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
No mês de julho, Paranavaí registrou 783 admissões com carteira assinada e 556 demissões. No ranking do Estado, o município ficou atrás apenas de Maringá (saldo de +238), com apenas 9 postos de emprego a menos. No acumulado dos primeiros sete meses do ano, o município tem saldo positivo de 757 novos postos de trabalho (5.267 admissões contra 4.510 demissões).
Em Paranavaí, o setor que mais gerou empregos no mês de julho foi a construção civil, com 136 novos postos de trabalho. Em seguida aparecem a indústria de transformação e a agropecuária, com 40 novos postos de trabalho cada. O comércio registrou saldo positivo de 16 novos empregos.

mostrar

15/08/2017 - 19:02:46

IMG RECEBERÁ SELO ODS 2017 DO SESI PARANÁ

O Instituto Maurício Gehlen (IMG) vai receber do Sesi-Paraná (Serviço Social do Comércio) o Selo ODS 2017. O selo visa reconhecer e divulgar práticas para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e o trabalho desenvolvido pelo Instituto, como entidade mantenedor do Centro Dia do Idoso, depois de avaliado, recebeu o reconhecimento.
Esta é a segunda edição do prêmio e selo ODS promovido pelo Sesi, que inclui as categorias empresa, indústria, poder público, terceiro setor e, a partir deste ano, instituição de ensino. Para inscrever uma prática ela deve estar em consonância com pelo menos um dos ODS. No caso do IMG, o trabalho tem a ver com o ODS 3, Saúde e Bem Estar: assegurar uma vida saudável e promover o bem estar para todos, em qualquer idade.
O Instituto atende cerca de dez idosos das 8 às 17 horas. Funciona como se fosse uma “creche para idosos”. Além de lanche e almoço, eles participam de diversas atividades, especialmente artesanato. Também fazem visitas e atividades fora do Centro.
Para obter o Selo, o trabalho do IMG passou por duas avaliações: a primeira, o trabalho deveria promover “o desenvolvimento social no estado do Paraná em andamento por, no mínimo, um ano” e, ainda, seria avaliada o histórico do projeto, seus objetivos, abrangência do benefício, a metodologia de trabalho, os resultados alcançados, o investimento e as evidências do trabalho desenvolvido.
O selo ODS 2017 será entregue ao Instituto Maurício Gehlen na modalidade Terceiro Setor, categoria estadual, junto com outros contemplados, no dia 17 de outubro, em Curitiba, durante o Congresso Sesi ODS.
Para o fundador e presidente do Instituto, o industrial Maurício Gehlen, este reconhecimento é um estímulo para as suas atividades. “Como empresário um dos cargos que tive a maior honra em ocupar foi e de vice-presidente de responsabilidade social da FACIAP. Agora, uma outra entidade empresarial, a FIEP, através do Sesi, faz este reconhecimento. Este selo IDS 2017 tem um valor muito grande para mim, que só se compara ao sorriso dos nossos idosos lá do Centro Dia”, diz ele.

mostrar

15/08/2017 - 19:02:14

CHUVAS: PLANTIO DE MANDIOCA DEVE SER RETOMADO

Com as chuvas que voltaram a cair depois de 60 dias de seca, o plantio de mandioca deve ser retomado na região. A previsão é do agrônomo e diretor do Sindicato Rural de Paranavaí, Cleto Lanziani Janeiro. “Alguns produtores ainda têm mandioca para colher. Quem tem duas turmas, vai plantar e colher ao mesmo tempo. Quem tem uma turma, vai priorizar o plantio”, estima ele.
Segundo Lanziani, a mandioca e as pastagens eram as culturas que mais vinham sofrendo na região com a estiagem. “A pastagem não tinha o volumoso. Estava tudo seco, era só palhada. O gado estava emagrecendo rapidamente e ainda havia o perigo constante de incêndios”, sublinha o agrônomo.
Maior produtora de mandioca para fins industriais, a região praticamente tinha paralisado a colheita da raiz. “Só vinha tendo colheita onde é só areia, nas baixadas”, explica.
Mas a regularização da oferta de matéria-prima para a indústria, que vem operando com no máximo 60% de sua capacidade, ainda deve demorar. É que - estima Lanziani – a prioridade será o plantio. “Só vai colher quem tem mandioca de dois anos. E isto está nas mãos de poucos”, frisa, prevendo que a oferta só se regularize em três semanas ou mais. Ainda assim, a mandioca terá renda (percentual de amido) menor.
Para os produtores que plantaram a mandioca nos últimos 60 dias, existem grandes possibilidades de ter “falha” (as que não germinaram) na roça. “Ainda é cedo para estimar o percentual de perdas. Mas é certo que haverá falhas”, observa.
60 DIAS – Se os produtores de mandioca começam a se movimentar já em suas plantações, com o preparo do solo, plantio e colheita, os pecuaristas, embora aliviados com o fim da estiagem, ainda vão ter que esperar mais um pouco. É que apesar de a pastagem começar a brotar de imediato, ela ainda demora cerca de 60 dias para voltar a normalidade. “Em outubro estará normalizada as pastagens”, prevê o diretor do Sindicato Rural.
A seca castigou nos últimos 60 dias as roças de mandioca e as pastagens. Mas não aconteceram variações significativas em razão da estiagem. “Tanto o mercado de raiz da mandioca como do boi gordo se manteve estável”, constata Laziani.

mostrar

15/08/2017 - 19:01:27

MP ACIONA DELEGADO E INVESTIGADOR DE POLÍCIA DE CIDADE GAÚCHA POR DESCUMPRIMENTO DE ORDEM JUDICIAL

A Promotoria de Justiça de Cidade Gaúcha, no Noroeste paranaense, ajuizou ação civil pública por improbidade administrativa em face de um delegado e um investigador e denúncia criminal contra o investigador, por descumprimento de ordem judicial relacionada a ele, que é réu em um processo por tráfico de drogas.
Em novembro do ano passado, o investigador de polícia foi preso em flagrante por tráfico de drogas. Em decorrência do processo penal contra ele, o Juízo de Umuarama determinou medidas cautelares, suspendendo o réu de sua função pública e proibindo-o de ausentar-se da comarca e de sair de casa no período noturno.
Investigação realizada pela Promotoria de Justiça, com apoio do Núcleo de Maringá do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), comprovou que o investigador continuou exercendo as atribuições de policial, com a conivência do delegado, frequentando diariamente a delegacia de polícia local. Com isso, manteve contato direto com os agentes públicos que lá trabalham e teve acesso a instalações, informações e serviços da unidade policial.
A ação civil pública requer a condenação dos réus às penas da Lei de Improbidade, como perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e pagamento de multa, entre outras. O Ministério Público pede ainda que o delegado seja condenado ao pagamento de R$ 20 mil por danos morais coletivos, argumentando que sua conduta provocou abalo à credibilidade da Polícia Civil.
Na esfera criminal, o MPPR ofereceu denúncia contra o investigador pelo crime de desobediência à decisão judicial sobre perda ou suspensão de direito, com pena prevista de três meses a dois anos de detenção. O delegado de polícia responderá por crime de prevaricação, com pena prevista de três meses a um ano de detenção.

mostrar

Fale com o Praxedes